5. Sem-fim

©Augusto Pinheiro

“Não entendes que o movimento é apenas circular? Não entendes que o parafuso não sai do mesmo sítio? Não entendes que os teus olhos te enganam? Não entendes?”

Não, não entendia. Via as uvas a desaparecer por ali abaixo, via que aqueles parafusos pareciam furar até ao outro lado da terra e parecia-lhe que o apetite do tanque nunca se saciava.

Deixar uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.